h1

meu momento bridget jones

dezembro 2, 2009

na coluna social do jornal do fim-de-semana tinha uma foto do casamento do meu ex-vizinho (e irmão da fernanda lima). eu era adolescente quando ele morava a dois andares acima do meu, mas eu achava ele tão bonito, tão bonito, que ficava toda errada quando o via.

tropeçava, derrubava as sacolas do supermercado, batia com o joelho na porta do elevador, deixava o carro apagar e pior: eu caía. sério. e não foram duas ou três vezes, foram mais. mas a mais marcante eu preciso dividir com vocês: era inverno e eu estava sozinha em casa numa fria e nublada tarde de sábado. no quarto, eu assistia a um filme toda encasacada, num pout-pourri de moletons velhos, coloridos e descombinantes. sem falar dos cabelos horríveis, claro.

eis que toca a campainha e eu, lentamente, saio debaixo das cobertas. tão devagar que ela soa novamente. me apresso em colocar minhas pantufas gigantes pretas e roxas, em formato de cachorro (uma delas estava sem focinho, mas que meu dedão não se importava em substituir). coisa linda.

saio correndo para atender e, no caminho entre eu e a porta, um tapete me faz escorregar bruscamente, de forma a deslizar com toda força e bater com tudo: pés, joelhos, cabeça. me levanto ao mesmo tempo em que abro a porta e, do lado de fora, meu vizinho gato me encara com ar de quem quer rir e não pode. e me pergunta: “você caiu aqui?”

imaginem a minha cara.

certo que foi um momento embaraçoso na minha vida. e, depois disso, sempre ficava imaginando que toda vez que me via, pensava: “lá vem aquela taipa“. nem mesmo uns dois ou três anos depois, comigo já crescida, consegui arrancar algum olhar diferente dele.

e agora, olhando a foto do moço no jornal, pensei que nem sei mesmo porque eu queria aquilo. e pior do que isso, me dei conta de que ter levado um tombo por um homem meia-boca não valeu tanto assim. melhor cair por um homem lindo, como ele era (?) naquele tempo.

Anúncios

One comment

  1. Lellinha! Que piada! Lembro destes momentos teus de paixonite pelo irmão da Fernanada Lima, mas não me lembrava de tantos tombos! Essa história é hilária! O texto do Márcio também, me matei de rir. Os irmãos Lima (não os da Sandy) causaram na adolescência do casal! Figuras. Beijo, saudades.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: